Buscar
  • invistanoamazonas

Pirarucu se consolida como um dos pilares da bioeconomia amazônica


Na ponta da cadeia, quando um paulistano ou um carioca come um lombo ou filé de pirarucu em sua cidade, muito provavelmente não está pensando em todos os processos que fizeram com que aquele pescado saísse de um lago do interior da Amazônia e chegasse ao seu prato. É uma história, além de complexa do ponto de vista logístico, que envolve desde vigílias contra a pesca ilegal até muito conhecimento científico e empírico somados. A iniciativa, hoje, é considerada um dos pilares do desenvolvimento amazônico, pois envolve preservação ambiental e o desenvolvimento socioeconômico das pessoas envolvidas com o trabalho.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

9 visualizações0 comentário