Turismo, Cultura e Economia Criativa

A grandeza do nosso estado vai muito além da extensão territorial e das riquezas naturais. O Amazonas é rico também em história, em arte, em entretenimento e em inovação. São inúmeras as oportunidades de investimento na área de Turismo, Cultura e Economia Criativa.

Turismo

O Amazonas reúne atrativos turísticos incomparáveis a começar pela Floresta Amazônica que está com 97% da sua cobertura original conservada em nosso território.

Somos o maior estado do país, temos a maior bacia hidrográfica do mundo, somos berço de populações indígenas tradicionais e únicas. Temos também muita história e muita cultura, muito entretenimento e uma gastronomia diferenciada.

 

O turismo sustentável é uma realidade no Amazonas e já atrai milhares de visitantes do Brasil e do mundo, mas o Governo do Estado quer fazer o setor crescer muito mais. Já existem estudos e ações para a promoção da marca e do destino Amazonas. 

 

A Amazonastur realiza, por exemplo, FamTour - viagem para público profissional - e Fampress - viagem para a imprensa. 

O governo estuda formas de ampliar a oferta de voos nacionais e internacionais, especialmente para a Europa. Cerca de 35% dos nossos turistas são estrangeiros. 

O turismo de eventos também estão entre as prioridades pois temos um dos maiores centros de convenções da região norte, o Amazonas Vasco Vasques. 

Cultura

No Amazonas, a cultura e a arte se expressam em todas as suas formas: dança, teatro, música, circo, artes plásticas. São inúmeros espaços de cinema, exposições, bibliotecas, centros culturais, galerias, museus, teatros além de parques e praças.

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa administra 50 equipamentos culturais e mantém 10 Corpos Artísticos que estrelam grandes espetáculos, como o Festival Amazonas de Ópera, Festival Amazonas Jazz, série Encontro das Águas e Concerto de Natal.

O Teatro Amazonas, um ícone histórico e cultural da nossa capital, foi o único do Brasil recentemente listado pela conceituada revista francesa Vogue como uma das 15 casas de ópera mais belas do mundo. Inaugurado em 1896 e tombado como Patrimônio Histórico Nacional em 1996, o imponente teatro mantém viva a história do ciclo da borracha, época áurea de Manaus.

O governo do Estado também investe na promoção de eventos culturais que já atraem público nacional e internacional. O Festival Amazonas de Ópera é o maior evento do gênero da América Latina e vai para sua 23ª edição em junho de 2020. O Festival Amazonas Jazz acontece em março e reúne concertos da música instrumental brasileira ao jazz contemporâneo. O Festival Folclórico de Parintins acontece sempre no último final de semana de junho e é um verdadeiro espetáculo de cores, música, dança, costumes e rituais, baseado na rivalidade entre os bois: o Caprichoso (azul) e Garantido (vermelho).

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa acredita também no poder transformador da arte. Por isso, além da realização de grandes eventos e do apoio a ações culturais no interior, mantém projetos como o Mania de Ler, voltado para as crianças. Uma Biblioteca Volante, estruturada numa Kombi, circula com 600 obras de literatura infanto-juvenil e já atendeu mais de 70 mil pessoas desde a sua criação.

Cadastre seu email aqui